O que você está procurando?

No último sábado eu participei, a convite da Luiz Argenta, da Colheita Experience, uma programação super especial que a vinícola organiza durante a Vindima.

Essa foi a minha terceira vez na Luiz Argenta e eu sempre fico impressionada com a estrutura da vinícola – e com a qualidade dos vinhos, é claro.

Junto comigo estava a Aline Rocha, do blog Sem Pressa de Voltar, que também adora enoturismo!

A Vinícola Luiz Argenta

A Luiz Argenta fica localizada em Flores da Cunha, pertinho de Caxias do Sul, na Serra Gaúcha.

Para saber um pouco mais sobre a vinícola, Indicação de Procedência (Altos Montes), tour + degustação regular e como chegar, é só clicar aqui e conferir um post mais antigo que eu escrevi sobre a minha primeira visita na Luiz Argenta.

Essa vista é sensacional!

Voltando à nossa experiência de sábado…

Vindima

A Vindima é a época da colheita das uvas, um dos momentos mais aguardados do ano!

A colheita inicia geralmente em meados de janeiro e vai até março, mas a programação especial da Luiz Argenta acontece durante todos os sábados do mês de fevereiro e com vagas limitadas.

Colheita Experience

A programação da Colheita Experience é super especial, do início ao fim!

  • Passeio pelos vinhedos;
  • Colheita das uvas;
  • Merendim no Clô Wine Bar (essa parte foi surpresa!);
  • Tour pela vinícola;
  • Degustação às cegas na cave;
  • Almoço no Clô Restaurante (que é o restaurante da vinícola), com menu de 4 passos, todos harmonizados.

A colheita acontece apenas nessa época do ano, mas o almoço no Clô, Wine Bar, tour e degustação podem ser realizados durante todo o ano!

Passeio pelos vinhedos

Começamos  a programação pegando o nosso kit para a colheita: chapéu, água, avental e alicate. O chapéu a gente acabou ganhando depois. 🙂

Depois pegamos um caminhão que nos levou até os vinhedos.

A vinícola Luiz Argenta tem 140 hectares, sendo 50 hectares de plantação com 17 variedades de uvas, sendo Merlot, Cabernet Sauvignon e Chardonnay as variedades mais plantadas. Inclusive, essas são as uvas que mais se adaptaram ao Rio Grande do Sul.

No total são 39 quadras, separadas por nomes de artistas e celebridades, com o objetivo de facilitar a localização.

Nós colhemos a uva Merlot na quadra do Jorge Amado. Adorei!

A colheita

Num primeiro momento tivemos uma breve explicação sobre os vinhedos e a colheita com o Douglas, engenheiro agrônomo da Luiz Argenta que conduziu essa primeira parte da programação.

E depois, mãos à obra!

Comendo uva Merlot direto da fonte!

Que coisa mais linda ver as videiras carregadas de uvas! E que especial conhecer um pouco mais sobre essa parte do processo!

O nosso grupo tinha 15 pessoas e juntos colhemos 6 cestos cheios de uva, que passam por um controle de qualidade antes de iniciar todo o processo de vinificação.

Nessas duas fotos abaixo dá para ver como a vinícola Luiz Argenta fica imersa na cidade de Flores da Cunha.

Surpresa: Merendim no Clô Wine Bar

Depois da colheita veio uma surpresa: o merendim, que foi servido no Clô Wine Bar, em um casarão lindo de 1929.

O merendim é um lanche italiano super tradicional com pães, queijos, salame, copa e, no nosso caso, teve também um brinde com espumante, para repor as energias!

Design

Depois do merendim nós voltamos para o prédio principal da vinícola.

Acabei nem mostrando antes, mas as embalagens e garrafas da Luiz Argenta são lindas, com um design incrível e diferente do que estamos acostumados.

Além dos vinhos e espumantes, a loja da Luiz Argenta tem também azeites e geléias. Mostrei um pouco mais no meu outro post.

Tour pelo prédio da vinícola

Fizemos um tour por onde “a mágica acontece”, percorrendo todos os andares da vinícola até chegar na cave.

Cave

A cave é o “cofre” da vinícola.

Lá dentro tem um sistema de acústica sensacional e toca bossa nova o dia inteiro. Muito legal!

 

Ovos de terracota: método ancestral de produzir vinho. Neles está sendo produzido um vinho laranja e a primeira safra ficará pronta no final de 2020.

Nessas fotos da cave é possível ver basalto encontrado no terreno da vinícola que na época atrapalhou a construção da Luiz Argenta e hoje acaba servindo para manter, naturalmente, as baixas temperaturas na cave. Incrível!

Degustação às cegas

Foi na cave onde aconteceu a degustação às cegas, ou seja, com olhos vendados.

Foram 4 rótulos: um espumante, um vinho branco e dois tintos. Não vou falar aqui quais foram pra não estragar a experiência caso alguém também participe, mas o meu destaque é para o Vinho L.A. Cave Chardonnay. Entrou para a lista dos meu favoritos de todos os tempos!

Além do chapéu, que eu comentei lá em cima, ganhamos também uma taça personalizada e o lenço que usamos para cobrir os olhos durante a degustação.

Foi uma super experiência sensorial!

Almoço harmonizado no Restaurante Clô

Finalizamos esse dia incrível com uma almoço harmonizado sensacional do Clô, restaurante da Luiz Argenta.

O nosso almoço foi tão incrível que eu resolvi fazer um post a parte, só para falar dele. Para ler todos os detalhes é só clicar aqui.

Já adianto que esse ravióli abaixo foi um dos melhores que eu já comi na vida!

Foi um sábado incrível, com uma programação impecável! ♥

Muito obrigada pelo convite, Luiz Argenta! Eu amei a experiência!

Mais informações

  • Endereço: Avenida 25 de Julho, 700 – Flores da Cunha, RS;
  • A Colheita Experience acontece todos os sábados do mês de fevereiro, mediante reserva;
  • A programação é das 10h às 16h30;
  • Valor da Colheita Experience: R$ 390 por pessoa ou R$ 750 para duas pessoas; Esse valor incluir toda a programação.
  • Valores dos programas avulsos: Tour + degustação R$ 60 e você ganha uma taça de cristal; Tour + degustação às cegas, R$ 130 e você ganha a taça de cristal e o lenço; Almoço com menu de 4 passos no Clô Restaurante, R$ 119 por pessoa, sem bebidas; O Clô Wine Bar tem valores à la carte.
  • Mais detalhes aqui.

Para ver todos os stories dessa experiência é só clicar aqui e ver o destaque no Instagram.

*A Colheita Experience foi realizada à convite da Vinícola Luiz Argenta. 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*