8 dicas de como fazer uma boa mala de viagem

Com 9 anos de idade eu entrei para o Grupo Escoteiro e desde essa época eu que organizo a minha mala ou mochila. Aprendi que é importante pensar nas situações que vou viver durante a viagem e que eu só devo levar o que consigo carregar.

Isso me ajudou muito, tanto é que na época do meu intercâmbio (2011) eu fiz um mochilão pela Europa durante 22 dias no inverno apenas com um único volume de 10kg, já contando a bolsa.

Hoje eu não sou tão desapegada, mas fui adquirindo ótimas dicas de como organizar uma boa mala e com isso eu acabo curtindo o momento. Arrumar mala pra mim não é um sacrifício, faz parte da viagem. Tenho pavor de carregar mais do que preciso e adoro a sensação de ter usado 100% das coisas que eu carreguei.

Bom, antes de mais nada, lembre sempre de conferir com a cia aérea/ferroviária/de ônibus a franquia da bagagem, qual o peso e as dimensões que você pode transportar. Isso varia de acordo com cada empresa.

1. FAÇA UM CHECKLIST

Tem vários apps para isso, como por exemplo o PackingList, Checklist, Lista de Viagem… São todos bem simples , gratuitos e intuitivos E claro que também dá para usar o próprio bloco de notas do celular. que é   o que eu gosto de fazer.

A vantagem de organizar isso “online” e não numa folha de papel é que geralmente o celular está sempre comigo, é mais fácil ir anotando quando lembrar de alguma coisa.

Eu começo essa lista muito antes do dia da viagem e, assim como a lógica da agenda, quando a gente anota em algum lugar, a gente pode “esvaziar” a mente e não ficar com a sensação de “não posso esquecer isso”.

2. ESCOLHA UMA PALETA DE CORES

É o principal segredo! Escolher uma paleta para mim é muito fácil por que eu uso basicamente as mesmas   cores (branco, preto, verde militar e cinza), inclusive quando tem estampa.

Mas o legal de pensar numa paleta é que todas as roupas combinam entre si e assim você consegue multiplicar as opções de looks com as mesmas peças.

3. INVISTA EM ACESSÓRIOS

Para complementar o item anterior, tento pensar em acessórios para complementar os looks mais neutros, seja um lenço, óculos de sol, batom, bolsa, chapéu… Coisas que não ocupem muito espaço, mas façam a diferença e dêem uma outra cara.

Bolsa: escolho uma que combine com tudo e que seja pequena, para usar no dia a dia, e geralmente viajo com uma maior (ou então uma mochila).

4. PENSE NO ROTEIRO

Pense nas situações da viagem para entender que tipo de roupa e calçado você vai precisar. Dessa forma você consegue montar uma mala certeira.

Por exemplo, se você pretende sair para jantar em um lugar que exige um determinado dress code, leve uma peça coringa mais arrumada, se vai ter piscina no hotel e você acha que vai ter tempo de curtir, leve uma roupa de banho, se for um roteiro com muita caminhada, pense em mais de um par de tênis…

Além disso:

  • Não leve uma roupa ou sapato que você vai usar uma única vez, a não ser que seja uma ocasião especial, tipo um casamento.
  • Não leve peças que você não usa na sua própria cidade. Não usa aqui? Não vai usar lá.
  • Não leve nada que não seja confortável.

5. MONTE PREVIAMENTE OS LOOKS

Experimente todas as roupas e já pense nas combinações. Além de otimizar a mala, economiza tempo na hora de escolher o que vai vestir durante a viagem. E a vantagem de escolher uma paleta de cores é que essa etapa vai ficar muito mais fácil!

Lembre de incluir na mala a roupa que você vai voltar da viagem!

6. ORGANIZAÇÃO É TUDO

Organize a mala! Separe por categorias: blusas/blusões, calças/saias/shorts, roupa íntima, calçados, itens de higiene pessoal, maquiagem…

Eu uso um kit organizador que ganhei de presente da Mimos e Viagens que é lindo e prático e mesmo usando ele eu gosto de fazer rolinhos com as roupas, acho que dessa forma ocupa menos espaço, amassa menos a peça e consigo visualizar mais coisas dentro da mala, já que as roupas não vão estar empilhadas.

Guardo todos os calçados em saquinhos de tecido (aqueles que vem com o próprio sapato) pra não sujar nada da mala. Além disso, uso nécessaire pra tudo! Não deixe nada solto pra não se “perder” pela mala.

7. NÉCESSAIRE: TRAVEL SIZE

Opte por produtos travel size (tamanho viagem). Eu sei que nos Estados Unidos e na Europa é muito fácil encontrar, em qualquer farmácia ou supermercado tem uma seção maravilhosa com miniaturas de diversos produtos, mas por aqui a gente consegue se virar.

Eu guardo as amenidades dos hotéis (quando gosto), amostrinhas que ganho na dermatologista, na farmácia (sempre peço quando compro algum produto de pele), etc… Elas sempre salvam! Quando viajo eu acabo comprando miniaturas dos produtos que eu gosto (para fazer refil), mas também uso embalagens próprias pra isso, que a gente preenche com o produto que quiser.

Amostrinhas que ganhei na farmácia

Tem um post antigão aqui blog sobre produtinhos travel size, pra ler é só clicar aqui. Mas em breve pretendo fazer um post atualizado sobre isso!

8. NÃO VIAJE COM A MALA CHEIA

Eu não gosto de viajar com a mala na lotação máxima, seja de espaço ou de peso. Acho difícil manter a organização quando a mala está muito cheia e gosto de ter um espaço extra para não dar aquele sufoco de “não vai caber tudo”.

Além disso, em boa parte das viagens a gente acaba comprando alguma coisa e eu não gosto de carregar nada na mão além da minha bolsa ou mochila.

Dica extra! Eu sempre levo um saco à vácuo no fundo da mala! Pode ser bem útil em viagens de muitas compras, viagens de inverno (que as roupas fazem muito volume) e por aí vai… Lembrando que o peso vai continuar o mesmo, esses sacos só servem para pra reduzir volume.

Espero que gostem do post e que as dicas sejam úteis! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *