Nosso mapa-múndi | Berlim, Alemanha

Mais um Nosso mapa-múndi no ar! ♥  Pra entender o que eu tô falando é só clicar aqui.

O convidado especial de hoje é o Eduardo Assunção (AKA Sr. Budu), que trouxe um roteiro “lado B” de Berlim, na Alemanha.

Oi gente, eu sou o Eduardo Assunção e vou me atrever a escrever um pouquinho sobre Berlim, a cidade que mais amo nesse mundo (das não muitas que eu conheço). Pra ter um pouquinho da minha visão, deixa eu me apresentar: tenho 30 anos, trabalho com publicidade, sou gaúcho, mas moro em São Paulo, gosto bastante de rock, comida pra mim é um ponto bastante importante em viagens, gosto muito de fazer as coisas andando e pesquiso bastante antes de qualquer viagem, chego já sabendo muito do lugar e do que eu quero fazer.
Dito isso, vamos para o que interessa: BERLIM 😀
Berlin
Arquivo pessoal

Já fui três vezes pra lá, em momentos de vida diferentes e com propósitos diferentes. A primeira foi em 2011, foquei em conhecer a cidade e em 7 dias fiz quase tudo que tem de turístico. Isso foi em fevereiro, um frio de rachar os dedos, o nariz, o lábio e uma chuuva. A segunda foi para o Réveillon, dessa vez menos focado no turismo básico. Tentei descobrir melhor alguns bairros diferentes e atrações mais locais. Também consegui cobrir alguns museus que não tinha visto antes e dessa vez fiquei 6 dias. A última foi em setembro de 2016, quando resolvi que queria “morar” um pouco na cidade e fiquei 20 dias. Vou falar mais sobre essa viagem porque acredito que as outras informações são mais fáceis de encontrar, já que durante esse tempo conheci muito bem a cidade.

Berlim
Arquivo pessoal

Reservei um apartamento pelo Airbnb no bairro Neuköln, que fica no sudeste de Berlim. Escolhi esse bairro por ser o novo hype da cidade, muita coisa nova abrindo, muitas galerias de arte, restaurantes legais, cafés e lojas. Esse boom comercial aconteceu por conta da desativação do Aeroporto Tempelhof, em 2008, e também pelo aumento dos preços dos aluguéis nos outros bairros alternativos, como Kreuzberg e Prenzlauer Berg.

Berlim
Arquivo pessoal

Durante esse tempo me apaixonei por algumas coisas do bairro, mas claro, não só dele também. Berlim é forrada de bikes e muitos parques – e eu pude conhecer alguns deles. Destaque para o Tempelhof e também para o Volkspark, que ficam um do lado do outro e em Neuköln/Kreuzberg.

Berlim
Arquivo pessoal

Os restaurantes vietnamitas são outro amor! Fiquei sabendo que lá é o lugar que mais tem essa culinária, depois do Vietnam, é claro. Provei alguns restaurantes e vou deixar a dica: Lemongrass, Vietnamese Village, UMAMI e Miss Saigon #ahazanopato.

Jamais conseguiria fazer um post sobre Berlim e não falar de graffiti. Gosto muito, muito mesmo, tanto que fui num museu de street art que nem tinha sido inaugurado ainda, o Urban Nation. Ele inaugura em setembro de 2017 e se estiver você estiver planejando algo por essa data eu já o/a invejo.

Berlim
Arquivo pessoal

O museu tava fechado, mas eles tem um perfil no Instagram que me ajudou a descobrir um lugar bem legal, ao norte de Berlim. É um condomínio de prédios que tem quase todas suas medianeiras grafitadas por artistas incríveis, que fizeram um trabalho absurdo, olha aí embaixo vai…

Berlim
Arquivo pessoal
Berlim
Arquivo pessoal
Berlim
Arquivo pessoal
Berlim
Arquivo pessoal
Berlim
Arquivo pessoal

Esse local ainda fica perto de um laguinho delícia, onde você pode tirar a roupa e se jogar.

Berlim
Arquivo pessoal

Por fim, mais umas dicas bacanas:

Berlin
Arquivo pessoal

Partiu Berlim?

Quer entrar em contato com o Budu?

sr.budu@gmail.com | @sr.budu | www.edu-a.work

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *