Turistando em Chicago | Parte 3

Terceiro e último post da série Turistando em Chicago! Pra ler a parte 1 é só clicar aqui e pra ler a parte 2 é só clicar aqui. Também teve o especial Quase tudo sobre Chicago.

Blues e Jazz

Como já comentei em Quase tudo sobre Chicago, Chicago é a casa de grandes lendas do blues e jazz. O blues surgiu no sul dos Estados Unidos e na época da Grande Migração, mais ou menos 1950, os trabalhadores negros migraram do sul para as cidades mais desenvolvidas e industrializadas do norte do país. Consequência disso foi o desenvolvimento desse estilo musical em Illinois e o nascimento de Chicago Blues, que tem algumas diferenças sonoras com relação ao som original. E com o jazz não foi muito diferente, os dois movimentos andaram paralelamente.

Anualmente Chicago recebe dois grandes festivais, o Chicago Blues Festival (junho) e o Chicago Jazz Festival (setembro). Os dois são gratuitos e acontecem no Grant Park.

Queria ter conhecido outros lugares, como por exemplo, Andy’s Jazz ClubBuddy Guy’s Legends e o Blue Chicago (que era pertinho no meu hostel), mas numa das noites eu fui no jogo do Chicago Bulls e no outro dediquei pra conhecer o Green Mill, que era frequentado pelo Al Capone e recebe os melhores artistas de jazz.

Chicago  Chicago

Chicago

Ele fica fora do eixo mais central e eu fui de Uber. Paguei US$ 5 pra entrar e acho que o valor varia de acordo com a atração da noite e o dia da semana.

Endereço: 4802 N Broadway Street. 

Mais informações aqui.

Compras

Fazer compras em Chicago é como fazer compras em NYC, é possível encontrar as mesmas lojas!

Pelo que eu entendi as duas principais ruas pra isso são North Michigan Ave (olhando no mapa, “acima” da linha do Riverwalk) e na North State Street, quase na reta do Millennium Park.

Na North Michigan Ave tem mais lojas de luxo, Sephora, Forever 21, Zara, Uniqlo, Top Shop, Apple, Adidas, The North Face, H&M, Nike, Best Buy, algumas galerias/shopping, entre outras.

Chicago

Chicago

Chicago

Nesse mesmo lado tem o John Hancok Center e Chicago Water Tower.

Na North State Street (na direção do parque), tem várias outras lojas, como por exemplo, Anthropologie, Urban Outfitters, Target (que é supermercado, mas ótimo pra compras de beleza, casa, papelaria, eletrônicos, etc), Macy’s e outras lojas de departamento, Disney Store, Zara, entre outras.

Chicago

Nessa mesma rua tem The Chicago Theatre, que a fachada fica mais linda a noite.

Chicago

Tanto numa rua quanto na outra tem várias farmácias Wallgreen e CVS. ♥

Grafite

Enquanto eu pesquisava sobre Chicago no Instagram eu achei o perfil @rclayton, com muitas paredes e grafites maravilhosos pela cidade (e em outros lugares também). Um deles foi esse aqui abaixo, que por coincidência ficava na rua do meu hostel, na West Ohio Street, esquina com a North Wells Street. Essa parede maravilhosa é a lateral de um bar chamado The Flamingo Rum Club.

Chicago
Foto: Luana Favetta

Infelizmente eu não tava com tempo para percorrer a cidade em busca de outros murais, mas esse aí do Kobra (que é brasileiro) eu achei caminhando pela North State Street (perto da Macy’s) e foi uma homenagem ao centenário do Muddy Water, o “pai” do Chicago Blues.

Chicago

Basquete

Não tem como não pensar em basquete e Chicago Bulls quando se está em Chicago! Eu tive a sorte de pegar o jogo do Portland Trailblazers x Chicago Bulls  dia 5 de dezembro (2016) no United Center, que é a casa do Bulls. Nem precisa entender muito de basquete pra assistir um jogo, que é quase um espetáculo. Nos intervalos tem várias atrações, tem música boa, snacks e é superdivertido! Dedico essa  parte ao meu irmão, fã de basquete e do Bulls! Cheguei no United Center 1h antes do jogo e fiz um tour pela loja oficial com ele no FaceTime. ♥

Chicago Bulls

Tentei comprar o ingresso quando abriram as vendas individuais para a temporada, mas já tava quase tudo sold out. Acabei comprando o meu ingresso no Stub Hub, um site de resale de ingressos de shows, jogos e outros eventos. Comigo deu tudo certo e eu optei por um vendedor que já enviava o ingresso no ato da compra, assim não tinha muito erro. Os valores variam muuuuito de acordo com a localização. Eu paguei US$ 64 por 2 ingressos + taxas e tive a visão da foto ali de cima.

Chicago Bulls

Route 66

É em Chicago que a famosa Rota 66 iniciava. Além de cruzar o estado de Illinois, a rota passava pelos estados de Missouri, Kansas, Oklahoma, Texas, Novo México, Arizona e terminava na cidade de Santa Mônica. Oficialmente essa rota não existe mais, mas ainda é possível fazer todo o percurso.

Chicago

O local original da placa não é exatamente esse, mas fica próximo e parece que eles mudaram por questões de segurança.

Endereço: Adams St, quase esquina com a South Michigan Av.

O próximo e último post de Chicago será sobre comer & beber na cidade! Stay tuned!

2 thoughts on “Turistando em Chicago | Parte 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *