Bodega Bouza | Vinícola + tour

Quem me conhece sabe que eu amo o Uruguai por vários motivos: minha família paterna é de lá (sou 50% uruguaia, 50% brasileira), é aqui ~ao lado, então mesmo que a passagem de avião acabe não compensando é possível ir de ônibus ou carro. Mas vale lembrar que mesmo sendo perto, os vizinhos têm uma cultura totalmente diferente da nossa. Além de tudo isso, adoro a gastronomia e as diferentes opções de programação (cidade, praia, mais agito, mais tranquilidade, cultural, etc).

Como fazia tempo que não ia visitar a minha família eu resolvi passar o Carnaval no Uy e me dividi entre Montevidéu (família) e Colônia de Sacramento (encontrar amigos).

Como quase sempre acabei não passeando muito pela capital porque acabei fazendo programas mais familiares, mas dediquei um tempo pra conhecer a Bodega Bouza, que estava na minha listinha há um tempo.

Como o post tava ficando gigante e eu tirei muitas fotos (pra variar), resolvi dividir em duas partes: um post (esse aqui) com informações gerais e o tour e no próximo eu falo sobre a degustação e fotos aleatórias da bodega.

BODEGA BOUZA

Como chegar

A bodega (que significa vinícola) fica localizada em Montevidéu mesmo, a uns 20km do centro. Pra chegar é possível ir de ônibus, de táxi, remise e Uber. Eu fui de carro com a minha prima e devo alertar que existe lei seca no Uruguai e a tolerância é zero, ou seja, quem for dirigir não deve beber… e mais!  Quando eu estava indo embora eu passei por uma blitz, então a fiscalização existe. A própria vinícola oferece um transporte, mas achei bem caro, $ 1600 (pesos uruguaios) pra duas pessoas. Eu troquei dinheiro num shopping lá mesmo e a conversão tava R$ 7,90, ou seja, 1600/7,90 = R$ 202,50 – muito caro!

Quando ir

Eu nunca tinha ido pra Montevidéu nessa época. Achei muito quente e com certeza prefiro ir no outono/inverno, mas a vantagem é que peguei dias ensolarados e exatamente a época da vindima – que é a temporada colheita da uva. É, sem dúvidas, o período mais lindo pra conhecer uma vinícola.

Ingresso e horários

Eu fiz a reserva por e-mail (guia@bodegabouza.com) do tour + degustação. Pra fazer a reserva não é preciso pagar (o pagamento eu fiz quando cheguei lá e pode ser feito com $ ou cartão de crédito), apenas informei a data e o horário do tour.

Apenas o tour custa $ 490 (eles não explicam no site, mas esse valor pode ser revertido em compras na lojinha que tem lá ou em consumação no restaurante), mas se você fizer a degustação – que custa $ 1000 – você não precisa pagar o tour. Eu escolhi essa opção.

Eles abrem a bodega pra visitação todos os dias: no verão funciona das 9h às 19h e no inverno das 9h às 18h. As opções de tours variam de acordo com o dia da semana: de segunda a sexta-feira tem às 11h, 13h30 e às 16h. Sábado, domingo e feriados regionais tem tour às 11h e às 16h. Eu escolhei o das 16h e indico! Além do sol já estar mais baixo e ser mais agradável (lá não teve horário de verão), tem toda aquela luz linda do final da tarde.

O tour

O tour dura mais ou menos 50min e se divide em 3 momentos: visita a coleção de carros clássicos da família Bouza, os vinhedos e a cava.

Bodega Bouza

No total são 30 carros e motocicletas fabricados a partir de 1920 – todos estão funcionando.

Bodega Bouza

Bodega Bouza

Bodega Bouza

Bodega Bouza

Bodega Bouza

Quando nos aproximamos (de parte) dos vinhedos o guia explicou sobre o empreendimento da família Bouza, que existe desde 1942, mas recentemente (2002) foi reformado. A Bodega Bouza é uma bodega boutique que produz 120.000 garrafas/ano.

Nesse momento do tour ele fala sobre as diferentes uvas, sobre a colheita e os diferentes vinhos produzidos por eles.

Bodega Bouza

Bodega Bouza
Bodega Bouza

Bodega Bouza

Bodega Bouza

Bodega Bouza

Sophia Catalogne - Bodega Bouza

Bodega Bouza

A cava fica dentro de uma construção que parece uma capela. Lá é onde acontece todo o processo de fabricação dos diferentes vinhos, em diferentes tipos de tonéis (de acordo com cada tipo de uva).

Bodega Bouza

Bodega Bouza

Bodega Bouza

Bodega Bouza

Bodega Bouza

O tour foi todo em espanhol, mas acho que é tranquilo até para quem fala apenas português. No total eram umas 20 e poucas pessoas e a maioria parecia ser brasileira (pra variar). 

No próximo post vou falar sobre a degustação e postar mais fotos!

Pra mais informações, o site da bodega é bem completo (e tem versão em português). Pra acessar é só clicar aqui.

One thought on “Bodega Bouza | Vinícola + tour

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *