Paris | Bon Marché, La Grande Épicerie & Artisan de la Truffe

Hey hey!

Fazia tempo que eu não postava por aqui. No final do ano eu tive alguns dias de férias e acabei abandonando um pouco o blog, mas segui postando no Instagram e no Facebook. 🙂

Pra quem não me segue por lá (pode seguir), um 2016 maravilhoso, cheio de coisas incríveis e viagens inesquecíveis. Yay!

Fazia tempo que eu tava pra falar sobre uma das minhas refeições favoritas em Paris (e de toda a viagem), então voilà!

Le Bon Marché

É a loja de departamento mais antiga de Paris e a única da região. São 4 andares de lojas e setores, como por exemplo, lojas de luxo, moda feminina, masculina, infantil e beleza.

Le Bon Marché

Eu dei uma volta por lá, mas o que eu mais queria conhecer era La Grande Épicerie.

Endereço: 24, rue de Sèvres

Para saber mais sobre as lojas, marcas e horário de funcionamento, clique aqui.

La Grande Épicerie de Paris

O La Grande Épicerie é o mercado é o departamento de gastronomia do Le Bon Marché, que fica localizado no outro lado da rua. São quadro andares com mais de 30.000 produtos dividido por países e culturas – é incrível!

Artisan de la truffe

La Grande Epicerie

La Grande Epicerie

La Grande Epicerie

La Grande Epicerie

La Grande Epicerie

La Grande Epicerie

La Grande Epicerie

La Grande Epicerie
Queria levar todas as garradas de água!

Eu não andei por todos os andares, mas vi que tem alguns restaurantes – geralmente bem cheios. Eu optei por comer em uma ilha gastronômica chamada Artisan de la Truffe.

Artisan de la Truffe

O Artisan de la Truffe era uma ilha com a especialidade em trufas (rá! por isso o nome). Eu nunca tinha experimentado e tava na minha lista de coisas para comer na viagem.

Artisan de la truffe

De entrada veio uma cestinha com pães e diferentes azeites trufados.

Artisan de la truffe

Artisan de la truffe

Foi difícil escolher uma única coisa no cardápio, mas acabei optando pelo Ravioli à la truffe d’été (€ 20), um ravióli com trufas, rúcula e molho de parmesão. Tava ma-ra-vi-lho-so!

Artisan de la truffe

A minha mãe pediu a Soupe de châtaingnes à la truffe d’été (€ 13) e tava uma delícia também!

Artisan de la truffe
Sei que convertendo o preço não é muito animador. Na época que eu viajei o câmbio tava R$ 1 – € 3,10 e hoje tá muito mais. Sempre que eu viajo eu tento comer e beber coisas típicas do lugar ou ir em alguns lugares legais, mas muitas das refeições eu acabo fazendo “em casa” – e essa é uma das vantagens de alugar ap. Já comentei isso antes, mas pretendo fazer um post falando mais sobre isso.

Indico o passeio até pra quem não quiser comprar ou comer nada, além disso, é um super programa pros dias de chuva.

Endereço: 38 rue de Sévres

Para saber mais sobre os restaurantes e horário de funcionamento, clique aqui.

// O que fazer por perto

Citypharma: em Paris tem muuuuuitas farmácias, mas a melhores de todas (não que eu tenha ido em todas) é a Citypharma localizada na 26 Rue du Four. Diferente das farmácias americanas e londrinas, a melhor coisa pra comprar lá são os dermocosméticos franceses, como por exemplo, Vichy, Bioderma, La Roche Posay, Avene e por aí vai. Pra ter uma ideia, cheguei a ver aquela solução micelar de 500ml da Bioderma por € 17 em outras farmácias, e nesse aí tava €5,90 – uma diferença absurda! A loja é beeem movimentada e é bom ir com paciência e disposição, além da listinha da dermatologista (pra não comprar por comprar).

Marcel: um lugar com brunch maravilhoso que já comentei num post. Pra ler é só clicar aqui.

Museu Rodin e Museu d’Orsay: ok, não é exatamente pertinho, mas não é longe. Em viagem eu gosto de aproveitar o dia e explorar região por região. BTW, acho que o d’Orsay é o meu museu favorito em Paris e o que eu mais gosto do Rodin é o jardim.

Capela da medalha milagrosa: eu nunca tinha ouvido falar nisso até essa viagem, mas existe. Mais informações aqui.

Jardim de Luxemburgo: meu jardim favorito de Paris. ♥

Kiko Milano: adoro essa marca de maquiagens italiana – que antes só era vendida na Itália e hoje já tem em vários países. Em Paris não tem muitas lojas e acho que quase nenhuma delas ficava muito no caminho de onde eu tava. Pra quem não conhece, a marca tem produtos muito bons e por um preço bem amigo (mesmo convertendo).

La pâtisserie des rêves: uma pâtisserie com docinhos maravilhosos. Pretendo fazer um post!

Angelina: já cite ela no Batalha de macarons (pra ler é só clicar aqui). No post eu comentei que o macaron não era dos melhores, mas o chocolate quente é uma delícia. A loja que eu fui era pertinho do Louvre.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *