Chile | Bares y tragos em Santiago

Como comentei num dos posts sobre o Atacama (aqui) e no post sobre Santiago do Chile (aqui), infelizmente eu acabei não ficando tanto tempo em Santiago porque foi pouco tempo pra tanta coisa (Deserto do Atacama, Lollapalooza, Valparaíso, Viña del Mar, terremoto, tsunami e outras cositas más).

Mesmo assim consegui ir em dois bares bem legais que eu não tinha ouvido falar, mas foram dicas dos meus amigos que estavam viajando junto (os mesmos que moram em Buenos Aires ♥).

El Polluelo Amarillo

Localizado na General Flores 47 (Providencia), o bar tem temática nórdica/finlandesa e o ambiente é bem agradável. Quando chegamos ainda era dia e estava vazio, mas depois acabou ficando mais movimentado.

El Polluelo Amarillo

Não tenho muitas fotas e as poucas que tirei foram com o celular, mas lembro de ter escolhido a sugestão do dia, que era um hambúrguer (que saiu prejudicado na foto, mas ok, não era nada especial) con papas e uma cerveja Coronita (não sou fã de cerveja, mas de vez em quando…).

El Polluelo Amarillo
O detalhe do vidro com água morna e limão (esquerda na foto) eu só entendi depois: era pra higienizar as mãos. Whaaat?

E como entrada & cortesia eles ofereceram pisco sour, uma bebida bebida típica da região feita a partir de pisco (que eu acho que é tipo aguardente), limão, pimenta e clara de ovo – parece uma combinação bizarra, mas é boa!

El Polluelo Amarillo

Eu não lembro os preços, mas não era caro.

Pra saber mais sobre o lugar é só clicar aqui.

The Clinic

O outro bar é o The Clinic, na Monjitas 578 – bairro Lastarria.

O ambiente desse é bem maior que o outro e tem uma área externa bem legal nos fundos, que foi onde ficamos. O lugar é tipo um complexo, com lojas e instalações legais.

The Clinic

The Clinic

The Clinic

Pedimos batatas rústicas (que não saíram nas fotos) e 4 bebidas diferentes: tsunami, terremoto, cerveja e um drink que é o mais do fundo, mas eu não lembro exatamente o que era.

The Clinic

Terremoto (o mais da esquerda) é um trago típico chileno que feito é com sorvete de abacaxi + pisco. O tsunami (o que tá em primeiro plano) é uma adaptação do terremoto tradicional + berries (esse foi o que eu pedi e amei).

Os pedidos foram bem propícios: um dia antes (quando estávamos em Valparaíso) teve aquele terremoto no norte do Chile e a cidade estava com alerta de tsunami. Fortes emoções e histórias pra contar.

Mas voltando ao The Clinic, a noche de tragos foi ótima e todas as bebidas eram muuuito boas! Vale incluir esse bar no roteiro. 🙂

Pra mais informações sobre o lugar é só clicar aqui.

2 thoughts on “Chile | Bares y tragos em Santiago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *