Ecotrip | Cascata das Andorinhas + Cascata do Chuvisqueiro

Uma das coisas que sinto falta de quando eu era escoteira é o contato com a natureza. Eu acampava bastante, fazia trilhas, rappel e conheci alguns lugares lindos pelo interior do RS.

Depois que eu saí do grupo escoteiro ficou impossível manter esse ritmo, mas de vez em quando eu marco uma ecotrip com os amigos, nem que seja pra passar o dia.

Nesse post vou falar de dois lugares lindos que fui com os amigos em janeiro de 2014. Localizados em Rolante e Riozinho – ambos no Vale do Paranhana – os municípios ficam a mais ou menos 100km de Porto Alegre. Dá pra ir por diferentes caminhos, mas eu cheguei até lá de carro pela 116 e depois pela estrada RS-239.

Cascata das Andorinhas

Localizada a 20km do centro de Rolante, a estrada tem boa parte parte de chão batido.

Vale do Paranhana

Fomos de carro até onde deu e de lá seguimos a pé por uma trilha de mais ou menos 1,5km, que percorremos uma parte pelo meio do mato, e a outra parte pela água.

DSC02418

IMG_0209

Mesmo tendo uma queda d’água de apenas 15m de altura, a cascata é linda, protegida por um paredão no formato de uma ferradura, como se fosse uma caverna. Foi uma ótima surpresa!

DSC02454

DSC02462

E a luz incrível? ♥

DSC02466

Quem avisa amigo é: é bom ter cuidado pra não escorregar nessas pedras. 🙁

DSC02470

A cascata tem esse nome devido a grande quantidade de andorinhas que habitam o local.

Cascata do Chuvisqueiro

Essa cascata fica localizada a 16km do centro de Riozinho. A estrada é de chão batido, mas se o tempo tiver bom e não tiver chovido muito alguns dias antes é bem ok.

DSC02530
Essa ponte fica na beira da estrada, mas não é necessário atravessá-la para chegar na cascata

DSC02528

DSC02526

Você segue os 16km até chegar no fim da estradinha. Pra ter acesso a cascata é preciso entrar em uma propriedade “privada” e pagar uma taxa por pessoa (era R$ 5 em janeiro de 2014) e por carro (R$ 10 em janeiro de 2014) –  mas eles geralmente são flexíveis, ainda mais se você não for passar o dia (mas em todo caso, leve dinheiro).

Do estacionamento até a cascata são poucos metros e… tcharam!

DSC02555

A cascata tem 90m de queda d’água e um paredão enorme.

DSC02551

Eu já acampei algumas vezes no camping que tem a alguns metros dessa cascata (nessa propriedade particular que comentei). Lá é um ótimo ponto de partida pra fazer trilhas e conhecer outras cascatas na região. Nessa última vez que eu fui, em 2014, eu fui apenas na do Chuvisqueiro, mas se você tiver tempo e disposição, vale a pena subir no topo dela. A vista lá de cima é incrível! E claro, só faça isso se você tiver equipamento adequado e pessoas preparadas pra auxiliar/acompanhar.

Sobre o camping: na época ele não tinha muita estrutura. O banheiro era bem precário e o bar só funcionava em alta temporada. A última vez que eu fui estava bem vazio, mas na penúltima vez tinha meio que uma farofada rolando.

Sobre o passeio

– A estrada é bem sinalizada e foi tranquilo encontrar as duas cascatas. Se você tiver dúvida, vá até o centro de cada município e peça informações – não tem erro. GPS tá aí pra isso, mas próximo às cachoeiras não tinha sinal 4g/3g/edge. É pra se desconectar meeeeesmo.

– Uma boa ideia é levar coisas pra fazer um picnic (foi o que fizemos).

– Em um dia você consegue passear pelas duas cascatas tranquilamente. Pode ser uma boa pra quem gosta desse tipo de programa, mas não curte acampar.

– É um passeio incrível e de baixo orçamento, vale muito a pena! ♥

– E por favor, carregue com você todo o lixo que você produziu até uma lixeira mais próxima. 🙂

One thought on “Ecotrip | Cascata das Andorinhas + Cascata do Chuvisqueiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *