Mesmo morando em Porto Alegre, fazia muito tempo que eu não ia pra Gramado, na serra gaúcha.

Eu amo o estilo das construções, a organização e limpeza da cidade, o clima europeu e a gastronomia. ♥

Confesso que tenho um pouco de preguiça quando a cidade está cheia – e isso é bem comum, já que a programação é intensa: Natal Luz, Páscoa, Festival de Cinema, congressos e já emenda com Natal luz de novo, etc.

Há algumas semanas eu fui pra lá com uma amiga (Pepper) e aproveitei pra conhecer alguns lugares que eu tava bem curiosa. Um deles era o Josephina, um bistrô super charmoso no centro da cidade – bem na rua lateral da igreja – que eu já tinha ouvido falar muito bem através de um casal de amigos (Rafa & Ricardo), do meu irmão e da minha cunhada.

Começando pelas mesas na rua, achei um amor o caixote “buena onda” e lembrei de Buenos Aires. ♥

Josephina | Buena Onda

A entrada é uma graça, cheia de detalhes fofos, flores e referências.

Josephina

Josephina

Josephina

Logo na entrada tem um bar/café.

Josephina

Josephina

Josephina

E as canequinhas com brigadeiro? ♥

Josephina

Josephina

Josephina

Fomos num sábado, por volta das 11h30 pra usar o wifi & trabalhar e o lugar estava recém abrindo. Ficamos instaladas nesse ambiente super comfy com essas poltronas lindas e o sofá vermelho. ♥

Josephina

Josephina

Josephina

O banheiro também tinha uma decoração fofa.

Josephina

DSC00472

DSC00475

Lá pelas 13h/14h os ambientes estavam bem cheios. Mas digo “cheio” porque todas as mesas estavam ocupadas, e não porque tinha aquela muvuca, sabe?

Além do ambiente ser puro amor e extremamente agradável, todo o cardápio parecia ótimo. Eles oferecem carnes, peixes, massas, risotos, omeletes, hambúrguer (fiquei com vontade de experimentar), menu kids e uns doces bem interessantes.

Josephina

Fiquei bem na dúvida sobre o que escolher, mudei de ideia umas 3x, mas acabei escolhendo o filé ao molho de framboesa com risoto de gongonzola. Tava incrível! ♥

A porção era muito bem servida e eu só finalizei todo o prato porque estava com muita fome. Mas se alguém não tiver com muita fome e pedir uma entrada, talvez role dividir.

Josephina

A minha amiga pediu o ravioli de gorgonzola com chutney de cebola roxa e estava muuito bom. A porção dela não era tanto grande quanto a minha, mas era um tamanho bom.

Josephina

O preço acompanha o ritmo de Gramado. O filé era uma das opções mais caras do menu e custou R$ 52, o ravioli era R$ 39.

O atendimento foi bem simpático e a dona nos explicou que Josephina era o nome da avó dela – e dos outros dois sócios.

Somente quando eu tava indo embora que eu vi a sinalização pro jardim nos fundos da casa.

Josephina

DSC00486

DSC00489

Fiquei tão encantada com o lugar que voltei no outro dia, mas era segunda-feira e tava fechado 🙁

O Josephina é o tipo de lugar que eu tenho certeza que voltarei quando for pra Gramado.

Mais informações aqui.

Endereço: Rua Pedro Benetti, 22

6 Respostas para “Gramado | Josephina”

    1. Sophia Catalogne says: 29/04/2015 at 11:53

      <3

  1. Juciéli says: 29/04/2015 at 11:17

    Tenho agendada uma viagem à Gramado, e vendo todas estas maravilhas que tu mostrou, o Josephina vai ser parada obrigatória!

    1. Sophia Catalogne says: 29/04/2015 at 11:29

      Acho que tu vai se apaixonar! 🙂

  2. Josephina bistrô e café em Gramado - Casa BaunilhaCasa Baunilha says: 07/08/2015 at 16:50

    […] O lugar foi uma dica certeira da minha amiga e parceira aqui da Casa, Sophia, do blog Meu Mapa-Múndi. Conheça a opinião dela aqui. […]

  3. Gramado | Josephina - Parte II - Meu mapa-múndi says: 29/11/2016 at 22:22

    […] Pra ler o post com mais fotos e detalhes é só clicar AQUI. […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*